Município lidera projeto europeu no âmbito do desporto sénior

Pelos resultados positivos alcançados em 2015, o projeto das Olimpíadas Intergeracionais vai ser replicado em mais países da Europa, fruto da aprovação de uma candidatura submetida pelo Município cerveirense ao programa Erasmus + Desporto. Durante três anos, Vila Nova de Cerveira vai liderar uma parceria internacional que agrega o Instituto Politécnico de Viana do Castelo (Portugal), a Associação Zoldpont (Hungria) e os Municípios de Cesena (Itália), de Trikala (Grécia) e de Aksakovo (Bulgária).

Em setembro de 2015, Vila Nova de Cerveira dinamizou as Olimpíadas Intergeracionais, primeiro projeto nacional financiado pelo programa ERASMUS + Sport no âmbito da Semana Europeia do Desporto 2015. Durante uma semana, 250 participantes dos municípios alto-minhotos e das localidades geminadas (Espanha e França), participaram numa competição saudável de modalidades desportivas universais e jogos tradicionais, com o objetivo de aumentar a consciencialização para a atividade física de grupos mais vulneráveis.

O impacto da iniciativa nos participantes foi alvo de uma avaliação em abril de 2016, através da realização de inquéritos que revelaram que cerca de 30% dos participantes seniores aumentaram a prática do exercício físico. O sucesso conduziu à dinamização da II edição das Olimpíadas Intergeracionais, em novembro de 2016, e na aprovação para a realização no corrente ano.
Considerando que o envelhecimento na Europa é um desafio que marca este século, e que as Olimpíadas Intergeracionais constituem uma boa prática que poderá ser replicada noutras regiões da Europa, o Município de Vila Nova de Cerveira submeteu uma candidatura com um maior impacto europeu, que recebeu luz verde.

“Fomos pioneiros num projeto intergeracional e que agora ganha repercussões a nível europeu, o que significa que Vila Nova de Cerveira contribui e impulsiona o desenvolvimento de políticas e estratégias de promoção da saúde mais eficazes. Com esta candidatura pretende-se estabelecer uma rede de cooperação transnacional, na área do desporto, entre as partes interessadas locais, regionais e agora europeias, de modo a identificar, promover e partilhar boas práticas para a população sénior”, sublinha o autarca cerveirense, Fernando Nogueira.

Sob liderança de Vila Nova de Cerveira, o projeto ‘In Common Sports – Intergenerational Competition as Motivation for Sport and Healthy Lifestyle of Senior Citizens’ vai envolver seis entidades de cinco países (Portugal, Hungria, Itália, Grécia e Bulgária), entre janeiro de 2018 e dezembro de 2020. Com o objetivo de aprofundar o conhecimento dos fatores motivacionais para a prática continuada de exercício físico na população idosa e o impacto da competição “Olimpíadas Intergeracionais” no estado de aptidão física e mental do idoso, o consórcio de parceiros vai promover a realização de um estudo que envolverá 350 participantes, e a implementação de 12 competições “Olimpíadas Intergeracionais’ com a participação mínima de 500 pessoas, e o envolvimento de 80 organizações locais (Ipss’s, associações de jovens, desportivas e voluntários).

Com um financiamento superior a 300 mil euros, o presente projeto foi aprovado pelo Programa Erasmus+ Sport, enquadrado na medida Collaborative partnerships – Group of priorities 1 (HEPA & European Week of Sport).